04 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
28/02/22 às 8h12 - Atualizado em 4/03/22 às 8h24

Mais conforto para a rotina dos motoboys no Lago Norte

COMPARTILHAR

“Vai ser o primeiro de muitos”. Foi o que afirmou o vice-governador Paco Britto, referindo-se à obra do ponto de apoio ao motociclista (PAM), no Lago Norte. A visita ao local ocorreu na manhã desta sexta-feira (25), com os representantes da Associação dos Motofretistas Autônomos e Entregadores de Aplicativo do Distrito Federal (Amaedf). Paco falou sobre a construção de modelos similares em outras regiões administrativas do Distrito Federal.

No Lago Norte, o PAM já está funcionando como base de proteção e apoio para profissionais da categoria que atendem a região. A inauguração oficial está prevista para depois do Carnaval, com o sorteio de uma moto, destinado aos participantes inscritos no local.


Crédito: Vinícius de Melo

 

Paco fez questão de lembrar que a construção do espaço – que lembra uma parada de ônibus, mas de costas para rua – foi uma iniciativa do governador Ibaneis Rocha, em favor de uma categoria importante e essencial, segundo ele, principalmente nesta época de pandemia. Graças aos motociclistas de entregas, lembrou, diversas famílias puderam passar a pandemia na segurança do lar, recebendo alimentação, remédios e outros produtos.

Na opinião do vice-governador, a categoria era colocada à margem da sociedade. “Vocês salvaram a economia do DF; fizeram ela girar em torno de 20%. Precisamos desta peça importante para a economia do DF”, valorizou.

Presente à visita, o administrador regional do Lago Norte, Marcelo Ferreira, enfatizou que o PAM promove “dignidade para quem precisa, além de estar estrategicamente bem localizado, perto do Shopping Iguatemi”. Ferreira se refere ao fato de ter visto na região, por várias vezes,  motoboys e até mesmo motoristas de Uber comendo nas calçadas, por falta de um abrigo, ou se escondendo da chuva debaixo dos pés de manga. “E nessa correria louca para conseguir abrigo, acidentes acontecem”, alertou. Ele ratificou ainda que a administração deu o pontapé inicial para o primeiro espaço público com essa finalidade no DF.

O presidente e o vice-presidente da associação, respectivamente, Alessandro da Conceição e Abel Santos, elencaram ao vice-governador algumas demandas técnicas, visando à melhoria do espaço, como a colocação de pias para higienização das mãos e rostos. Paco adiantou que o espaço ainda será concluído, e deverá, por exemplo, ser pintado e sinalizado.

Sem sol

Com 24 metros quadrados, o espaço é rotativo, atendendo de 15 a 20 pessoas por vez. Localizada no Centro de Atividades 7, a obra teve início em dezembro de 2021 e foi construída de forma que o sol não incida diretamente no local, tornando o ponto de apoio, de acordo com os representantes da associação, “agradável”.

No local, além de dispositivos para carregar o celular, o usuário pode contar com internet – que será cedida gratuitamente por um empresário da cidade -, e três mesas de concreto para fazer as refeições. O espaço, que atende profissionais de duas rodas, também é procurado por motoristas de aplicativos.

A iniciativa é da administração regional local, em parceria com a Novacap e o Departamento de Estradas e Rodagens (DER-DF). Como se trata de obra direta realizada por esses órgãos, o valor do investimento só é totalizado com a conclusão do espaço.

Lucíola Barbosa, da Agência Brasília | Edição: Renata Lu

Mapa do site Dúvidas frequentes