27 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
14/01/21 às 16h03 - Atualizado em 14/01/21 às 16h10

Mais de 2 mil mudas no Lago Norte

COMPARTILHAR

Plantio faz parte do Plano Anual de Arborização da Novacap que, em 2020, investiu R$ 1,6 milhão

RAFAEL SECUNHO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: MÔNICA PEDROSO

Lago Norte e seus cerca de 40 mil moradores ganharam um presente. Duas mil e quinhentas árvores nativas do cerrado e frutíferas estão sendo plantadas na região administrativa, reforçando o verde em toda a sua extensão.

Um esforço em conjunto da Novacap com a Administração Regional para espalhar os tradicionais ipês e jatobás, além de pés de jabuticaba, amora e jaca, dentre outros, em diversos pontos do bairro.

O investimento é de R$ 26,1 mil e busca trazer mais qualidade de vida e sombra para o Lago Norte. O valor envolve o plantio e manutenção (combate a formigas, coroamento e replantio se houver necessidade). As novas espécies que chegam à RA fazem parte do Plano Anual de Arborização de Brasília para 2020, conduzido pelo Departamento de Parques e Jardins (DPJ) da empresa pública.

As mudas já foram plantadas em três quadras do Centro de Atividades (CA), na ML 7 do Setor de Mansões, e ao longo dos canteiros da EPPN (Estrada Parque Península Norte), onde estão as QIs e QLs. As áreas verdes da EPPR (Estrada Parque Paranoá) também receberão novos exemplares. O trabalho se encerra ao final da primeira quinzena de janeiro.

2020

Entre os diversos benefícios, árvores reduzem a temperatura e aumentam a umidade do ambiente. Em 2020, a Novacap espalhou 40 mil unidades por todo o DF, em cidades como Santa Maria, Riacho Fundo, Plano Piloto, Candangolândia, Sol Nascente, entre outras. O custo foi de R$ 1,6 milhão.

Manter esse imenso jardim a céu aberto na capital é um desafio constante, segundo lembra o chefe do DPJ, Raimundo Silva. A Novacap faz um estudo das áreas e de suas necessidades.

“Ao longo do ano, fazemos o levantamento da arborização em cada RA em conjunto com a administração. Temos novas vias que surgem, cidades recém-criadas como o Sol Nascente. E analisamos quais espécies são adequadas para cada região” explica Raimundo.

 Arborização

O reforço no Lago Norte foi bem recebido. O chef de cozinha, Marat Wabo, 61, é um entusiasta da chegada mais árvores. Ele reside no CA, quadra 5, e logo ali, em frente ao seu prédio, foram colocadas 50 mudas.

“As grandes matas ficam longe da gente que mora aqui nos centros urbanos. Por isso, plantar é muito benéfico. A população agradece muito”, elogia. “É importante ainda para renovar o oxigênio”, complementa Wabo.

A vendedora Aline Silveira, 36, trabalha no comércio local também do CA 5. Foi outra a elogiar a ampliação da área verde.

“Árvore é sempre bom né? O ar fica melhor e significa mais qualidade de vida pra gente que está todo dia por aqui” opina a moça.

Segundo o administrador regional Marcelo Ferreira, cuidar do verde é um hábito no Lago Norte. E ele não nega que quer ver a arborização cada vez maior em seu “terreno”.

 

Imagens: Administração Regional do Lago Norte

Fonte: Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros